quinta-feira, 14 de junho de 2018

O MUNDO ÀS AVESSAS

.
O MUNDO PASSA POR MOMENTOS
IMPROVÁVEIS, COM LÍDERES
ÀS AVESSAS....

PORNO CHACHADA EM
SINGAPURA

quarta-feira, 13 de junho de 2018

LUSO DESCENDENTE SHAWN MENDES CANTA TEMA OFICIAL DE APOIO À NOSSA SELEÇÃO

.
JÁ TEMOS TEMA OFICIAL PARA
APOIAR A NOSSA SELEÇÃO NO
MUNDIAL DA RUSSIA.



"Nós somos Portugal. Uma só voz e um coração". Shawn Mendes canta o tema oficial de Portugal no Mundial de Futebol

Cantor lusodescendente interpreta a canção de apoio a Portugal na competição que esta quinta-feira se inicia na Rússia




A Federação Portuguesa de Futebol divulgou a canção e o vídeo do tema oficial da Seleção no Mundial 2018, competição que esta quinta-feira arranca na Rússia. Trata-se de "In My Blood", do cantor lusodescendente Shawn Mendes, numa nova versão que tem versos cantados em português.


"Eu vou acreditar / que vamos conseguir, que vamos conquistar / Nós somos Portugal. Uma só voz e um coração!" pode ouvir-se na canção que, na sua versão original, é a primeira do terceiro álbum do artista, "Shawn Mendes", lançado no final de maio. Shawn Peter Raul Mendes, de 19 anos, nasceu em Toronto, no Canadá, e é filho de um português que vive naquele país.

Portugal começa o Campeonato do Mundo de Futebol na sexta-feira, com uma partida contra Espanha.


"Nós somos Portugal. Uma só voz e um coração". Shawn Mendes canta o tema oficial de Portugal no Mundial de Futebol

Cantor lusodescendente interpreta a canção de apoio a Portugal na competição que esta quinta-feira se inicia na Rússia

terça-feira, 12 de junho de 2018

AE TRÊS GARÇAS

.
TEXTO DE TESE, CRIADO APÓS
BRAINSTORM DO COLECTIVO DO
COSTUME,..ESTE NO QUINTO
ANDAR DO VINTE SETE DO
REDUTO TAP



SACARINA, SACARANA E SACARONA, as 3 GARÇAS
A crónica das irmãs Garças, confunde-se com a história-tipo duma família cristã ocidental conservadora do norte do país, duma região muito arreigada a tradições de séculos. estufadas numa moral de fachada, fundada na legitimação da Família, Autoridade, Estado, nos direitos reais, na propriedade plena, no usucapião, no confisco, no terço em familia, na esmola, no paternalismo, no sacrificio, na oração, no Movimento Nacional Femenino, na virgindade, no voto de castidade, na remissão dos pecados, nas promessas, na assexualidade da Agustina Bessa Luis, na abstinência, na xenofobia e nos dogmas da Santa Madre Igreja.
Sobreviventes duma irmandade de catorze partos com dôr e drama, para não falar nos "desmanchos" nunca assumidos (que é pecado mortal) e não contabilizados.
As três nasceram com defeito
A Sacarona, irmã mais velha, com frigidez.
A Sacarana, com avidez.
A Sacarina, a caçula, com mudança de ramo.
Comecemos, então, pela mais nova, a que nasceu varão, mas, mais tarde, para vergonha da Familia. mudou a hortaliça, tornou-se menina. De Sacarino, nome de pia, transmutou-se em Sacarina, nome de escolha, ou de deboche no dizer ds bocas sujas lá da terra.
Considerad"o" "o" ex-libris da Família, a jóia da Coroa, pela argúcia do raciocinio desde o berço, pela condição de único varão sobrevivo, a sua decisão da troca de hortaliça, de tomates e pepino para grelo, lançou a perturbação e o opróbio na Família dos Garças. Desde cedo revelou grande aptidão para a safadeza, quer para a política, quer para a alcova .
Centenas de raparigos passaram-lhe pelo Forte da Barra e outros sítios aconchegados. Especializou-se em submarinos com motor à ré (ou de empurrão).mas também nos afectos pela ruralidade , vidé , a tara por pastorinhos, especialmente os que lançaram aquele programa -IT de turismo rural, aos dias 13 de cada mês.
A sua fase urbana, a dos beijos em tudo que é peixeira, é para esquecer, pelos péssimos resultados que daí advieram ..
A Sacarana, a irmã do meio, a tal do defeito da avidez, nasceu com um apetite sexual desmesurado, não respeitando , nem sexo, nem estado civil, nem côr,nem promessas, quer eleitorais quer de foro íntimo. Consta que terá até, num dado momento de falta, acometido um "de cujus", que no momento do passamento estava de mastro pronto para zarpar...
A Sacarana sempre foi leviana, nunca conseguindo se fixar em pessoa ou coisa nenhuma, nunca concluindo nem namoros, nem casamentos, nem cargos menores, nem presidências de qualquer tipo. Sempre saltitou de creche para creche, de escola para escola, de poleiro para poleiro, de cólo para cólo,. Diz-se que nunca chegou a saber nem os nomes dos namorados e maridos, e dos cargos ,teve sempre e só uma vaga ideia da substancia dos problemas e das tarefas.
A Sacarona, a mais velha, a da frigidez, a do líbido recalcado, desde o penico considerava o sexo como uma coisa feia e asquerosa, mesmo quando se resumia a uma enorme cagada (fase anal).
Muito seca não tinha vícios públicos, não fumava , não ia ao cinema, não bebia, não dizia nomes feios, não tinha amigos nem amantes.
Passava o dia a resar,e a inventar truques contabilisticos para equilibrar o orçamento lá da casa, o que só conseguia, vendendo ao desbarato a própria mobilia do casarão da Família. Desde a estante "Queen Anne" da Sala do Terço, passando pelo psiché de veludo castanho aquirido aos Campanellas, até ào bidé em marmore de Carrara , tudo desbaratou. De castigo ficou ainda mais feia que a sua amiguinha dos tempos da catequese, a Manelinha feiosa.

quinta-feira, 7 de junho de 2018

CARTA DO INFANTE D.PEDRO A D-DUARTE, EM 1426

.
PODERIA TER SIDO ESCRITA
ONTEM.....



Carta enviada de Bruges, pelo Infante D. Pedro a D. Duarte, em 1426.


Resumo feito por Robert Ricard e constante do seu estudo «L'Infant D. Pedro de Portugal et "O Livro da Virtuosa Bemfeitoria"», in Bulletin des Études Portugais, do Institut Français au Portugal, Nova série, tomo XVII, 1953, pp. 10-11). «O governo do Estado deve basear-se nas quatro virtudes cardeais e, sob esse ponto de vista, a situação de Portugal não é satisfatória. A força reside em parte na população; é pois preciso evitar o despovoamento, diminuindo os tributos que pesam sobre o povo. Impõem-se medidas que travem a diminuição do número de cavalos e de armas.
É preciso assegurar um salário fixo e decente aos coudéis, a fim de se evitarem os abusos que eles cometem para assegurar a sua subsistência. É necessário igualmente diminuir o número de dias de trabalho gratuito que o povo tem de assegurar, e agir de tal forma que o reino se abasteça suficientemente de víveres e de armas; uma viagem de inspecção, atenta a estes aspectos, deveria na realidade fazer-se de dois em dois anos. A justiça só parece reinar em Portugal no coração do Rei [D. João I] e de D. Duarte; e dá ideia que de lá não sai, porque se assim não fosse aqueles que têm por encargo administrá-la comportar-se-iam mais honestamente. A justiça deve dar a cada qual aquilo que lhe é devido, e dar-lho sem delonga. É principalmente deste último ponto de vista que as coisas deixam a desejar: o grande mal está na lentidão da justiça. Quanto à temperança, devemos confiar sobretudo na acção do clero, mas ele [o Infante D. Pedro] tem a impressão de que a
situação em Portugal é melhor do que a dos países estrangeiros que visitou. Enfim, um dos erros que lesam a prudência é o número exagerado das pessoas que fazem parte da casa do Rei e da dos príncipes. De onde decorrem as despesas exageradas que recaem sobre o povo, sob a forma de impostos e de requisições de animais. Acresce que toda a gente ambiciona viver na Corte, sem outra forma de ofício.»

(Quase 600 anos depois, nada parece ter mudado...)



terça-feira, 5 de junho de 2018

MAIS UMA NOTICIA TRISTE, O NOSSO COMPANHEIRO CARLOS REDONDEIRO, DEIXOU-NOS

.
Mais uma noticia triste.


Deixou-nos hoje o nosso companheiro CARLOS REDONDEIRO.

CARLOS REDONDEIRO.

esclarecimento.

O corpo estará, a partir das 18h00 de amanhã dia 7 Junnho, na capela do crematório de Cascais Alcabideche onde se fará o velório,, . A cremação terá lugar no dia seguinte dia 8 ao meio dia.



Descança em paz amigo, a tua memória estará sempre connosco.

Recordo que o nosso companheiro esteve na nossa CIMEIRA DE NOVEMBRO pela ultima vez.




quarta-feira, 30 de maio de 2018

CRÓNICA DA CIMEIRA DE MAIO 2018

-
ESTA CIMEIRA DE MAIO, FOI O
133ª. DOS NOSSOS ENCONTROS2
DESDE 2007, E TEVE LUGAR NOS
"MENINOS" EM BENFICA.


Foi também uma Cimeira especial , a primeira a seguir à "partida" de mais um dos nossos , o já saudoso VITOR CANDEIAS ,que recordámos numa sentida homenagem, onde englobámos, claro todos os que entretanto também nos deixaram.



à mesa estiveram

DINA,MANUELA MASCARENHAS,PEREIRA DE SOUDA,ANTÓNIO JOSÉ .LOPES,FRANCISCO VIEIRA, MRS VIEIRA,NORBERTO,FIUZA,ZÉ HERDEIRO,CANELAS,AUUGUSTO,MARCELO,GUEDES VAZ,MARIA JOÃO,AZEVEDO,FASUTINO,JOÃO FERRADEIRA PINTO.

O arroz de polvo foi uma delicioa preparação para os trabalhos que se seguiriam

Mas , ainda antes de se iniciarem os debates, CANELAS, comandou a anunciada homenagem ao VITOR CANDEIAS, nomeando entre outros os últimos de nós a nos deixarem como o TÓ´MENDONÇA, o FARINHO, A TERESA GUEDES VAZ, a NATÁLIA, a IRENE, O GIOVANNI FERMAMDES, o PEDRO GUEDES VAZ, companheiros de Cimeiras que nunca esqueceremos.

Um dos momentos altos da Cimeira foi a da comemoração do aniversário do FAUSTINO, ás

Antes , aqui o vosso escriba, com quem o Faustino no formato de SOBA VERMELHUSCO mantém faz muitos anos, uma guerra light, tinha sugerido "UM DIA DE TREGUAS", contudo, o aniversariante, não aceitou e passou a Cimeira com aquelas provocações, do cosstume.

Enquanto o entretia na guerra da Segunda Circular, a Dina, o Vieira e o Azevedo, prepararam uma faixa, onde se lia THE PARTY IS HERE, que colaram na parede atrás dele,






Veio o bolo de aniversário e todos cantaram os Parabéns a Você.








Depois vieram as memórias , as velhas estórias do RC, as resistências à imposição de usar bata, â recusa de senhas para o chichi, às jogatanas de carrôme, às maratonas nas noites da implantação do Systema computerizado no RC, o famoso TAPMATIC, irmão gémeo do BODICEA da BOAC. que no dizer entusiástico do Vior Dias, era o RC a entrar no seculo XXI.

E foi mais uma reunião da família RC.

Foi sugerido que pelo menos em Julho, voltemos a realizar uma Cimeira em Castro Verde-Entradas.

Para Junho ainda não se conhece local, quando fôr conhecido, publicarei aqui e na Dala de Convivio de RC.