sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

VIII CIMEIRA DOS MENINOS

.
E FOI MAIS UMA CIMEIRA, E MAIS UMA A
REALIZAR-SE NO RESTAURANTE "OS MENINOS"
UMA CASA UM LOCAL JÁ QUASE A PODER
SER NOSSA PROPRIEDADE POR USICAPIÃO...


O Natal é uma conjuntura difícil para reunir os nossos Senadores, face às férias de época que afastam de Lisboa miotos de nós (..e dos nossos filhos e netos, que constituem em grande parte dos casos, os nossos "locais de trabalho")...

Mas a nossa PM DINA faz milagres , e com muita determinação , emails e télélés, lá conseguiam juntar 14 dos nossos senadores, que festejpo a quadra em família, a "nossa família RC...


À mesa estiveram:
DINA,CANELAS,MANUELA MASCARENHAS,MANUELA BRITO E SILVA,FAUSTINO,LUIS DOMINGUES.CHICO VIEIRA,GRAÇA ESPANHA,FAUSTINO,ANA FRANCO,NORBERTO,MARCELO,ZÉ MANUEL GUEDES VAZ E TERESA GUEDES VAZ.

O arroz de polvo (que pena tive de não ter podido lá estar) colheu aplausos unânimaes e o tinto soltou as línguas e apressou o processo de libertação das palavras.


O Soba Vermelhusco voltou a estar presente depois de saber que o vosso escriba estaria mais a Sul. O respeito reverencial continua vivo...


As estórias do RC foram recordadas, e fazem parte do enredo e o cimento da nossa ligação depois de termos picado o ponto pela ultimna vez .

Para Janeiro haverá mais, e o local mais tarde saberemos obde....

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

TEXTO DE FERNANDO PESSOA

.
TEXTO DE FERNANDO PESSOA
SOBRE OS AMIGOS


Um dia a maioria de nós irá separar-se.
Sentiremos saudades de todas as conversas atiradas fora, das descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que partilhamos.
Saudades até dos momentos de lágrimas, da angustia, das vésperas dos fins-de-semana, dos finais de ano, enfim...do companheirismo vivido.
Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre.
Hoje já não tenho tanta certeza disso.
Em breve cada um vai para seu lado.
Seja pelo destino ou por algum desentendimento, cada um segue a sua vida.
Talvez continuemos a encontrar-nos, quem sabe... nas cartas que trocaremos.
Podemos falar ao telefone e dizer algumas tolices... os dias vão passar, meses... anos... até este contacto se tornar cada vez mais raro.
Vamo-nos perder no tempo...
Um dia os nossos filhos verão as nossas fotografias e perguntarão:
Quem são aquelas pessoas?
Diremos... que eram nossos amigos e... isso vai doer tanto!
-Foram meus amigos, foi com eles que vivi tantos bons anos da minha vida!
A saudade vai apertar bem dentro do peito.
Vai dar vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente...
Quando o nosso grupo estiver incompleto... reunir-nos-emos para um último adeus a um amigo.
E, entre lágrimas, abraçar-nos-emos.
Então, faremos promessas de nos encontrarmos mais vezes daquele dia em diante.
Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vida isolada do passado.
E perder-nos-emos no tempo...
Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de
grandes tempestades...
Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!"

Fernando Pessoa


VIII CIMEIRA DOS MENINOS

.
A NOSSA REUNIÃO MAGNA MENSAL VAI TER
LUGAR NO DIA 27,TERÇA FEIRA NO RES-
TAURANTE "OS MENINOS"



Apesar de nesta época muitos dos nossos senadores estarem em férias de férias (também conhecidas por férias IATA) muitos fóra de Lisboa, a nossa PM DINA, mantém o nosso lema "REALIZA-SE SEMPRE TODAS AS ULTIMAS TERÇAS FEIRA DE CADA MÊS, QUEM ESTÁ ESTÁ, QUEM NÃO ESTÁ ESTIVESSE".

....................CONVOCATÓRIA............

Da nossa PM DINA:

"Queridas amigos e amigos , apesar de estarmos em tempo de festas de família penso que não deveremos esquecer aqueles que, há muitos anos, nos dão a sua amizade.

O nosso almoço mensal vai realizar-se no dia 27, última terça-feira do mês, como de costume. Iremos ao restaurante " Os Meninos " - Rua Quinta do Charquinho , 2B , perto da Av. do Uruguay.
Aqui vai a ementa:

Entradas
Arroz de Polvo
Sobremesa bebidas e café Preço. 15 € Peço o favor de me informarem até dia 26 ao meio dia se vão estar presentes. Bjs Dina

ILETERACIA

.
ALGUNS CARTAZES CAMPEÕES
DO ILETERACY AWARDS 2016






quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

XX FESTIVAL DE CINEMA LUSO BRASILEIRO 2016

.
REALIZOU-SE NESTE MÊS DE DEZEMBRO
O FETIVAL DE CINEMA LUSO BRASILEIRO
NA CIDADE DA FEIRA,



competição de curtas metragens

prémio do público
“Quando os Dias Eram Eternos” de Marcus Vinicius Vasconcelos.

prémio dos cineclubes
“António, Lindo António” de Ana Maria Gomes


prémio da crítica
“Sesmaria” de Gabriela Richter Lamas

menção honrosa do júri
Versão que mescla humor e compreensão dos mais diversos ângulos da concepção artística plástica,
com irônicas referências psicanalíticas: “Uma Breve História da Princesa X” de Gabriel Abrantes

prémio especial do júri
Pela observação cáustica das imposições culturais dominantes e discurso desafiador:
“The Beast” de Samantha Nell e Michael Wahrmann

prémio revelação
“Sesmaria” de Gabriela Richter Lamas

melhor filme
Pelo desenvolvimento narrativo, concisão de montagem e solidez de dramaturgia:
“Campo de Víboras” de Cristèle Alves Meira

competição de longas metragens

prémio do público
“Elis” de Hugo Prata

prémio dos cineclubes
“A Cidade Onde Envelheço” de Marília Rocha.

prémio da crítica
“A Cidade Onde Envelheço” de Marília Rocha.


prémio revelação
Corajoso projecto autoral, que parte de uma leitura da realidade brasileira traçando paralelos com o cinema de Miguel Gomes e Stanley Kubrick, o Prémio Revelação do XX Festival de Cinema Luso-Brasileiro de Santa Maria da Feira vai para: “Animal Político” de Tião.

prémio especial do júri
Esforço de realização concentrado, este filme destaca-se pelo despojamento conjunto de actores e do director na busca de uma nova interlocução entre cinema e teatro: “A Serpente” de Jura Capela.

melhor actor
Um prémio de actor revelação para um autor teatral que se integra ao texto do filme como uma voz que ao mesmo tempo atua e narra: Mário Bortolotto em “Borrasca” de Francisco Garcia.

melhor actriz
A construção criteriosa do panorama de um momento da cultura popular brasileira pelo director Hugo Prata pavimenta a melhor interpretação feminina do Festival: Andreia Horta em “Elis” de Hugo Prata.

melhor filme
Olhar feminino conjunto de actrizes e directora oferece uma mirada humanista sobre a busca de novos espaços para viver de forma mais libertária, sem as amarras das motivações culturais mais óbvias: “A Cidade Onde Envelheço” de Marília Rocha.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

DICIONÁRIO DA LINGUA PORTUGUESA DA ACADEMIA DE CIÊNCIAS

.
TRANSCREVO UM TEXTO DE
JOÃO GAVINHO.



PC [pesé]. s. m. (Ing., sigla de Personal Computer). V. Computador pessoal. (pág. 2790)

Se encontrarem nos meus textos a sigla PC é porque me estou a referir ao Personal Computer (PC), e não ao Partido Comunista Português cuja sigla PCP o dicionário não contempla. Esta advertência resulta de uma consulta ao Dicionário de Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, o tal que foi amplamente badalado quando da inserção do vocábulo “bué”, que tanto escândalo causou. Nele encontrarão as siglas de todos os partidos atuais ou já defuntos tais como PS, PSD, CDS-PP, PP, UDP, PPM, PRD, PSN ou o imberbe e sempre presente BE.

As siglas de todos os partidos e partidinhos, alguns já metamorfoseados outros que se eclipsaram, estão contempladas neste instrumento de trabalho, ou seja, há bué de siglas partidárias, só o PCP foi “esquecido”. A memória tem os seus labirintos, o inconsciente os seus abismos e o sectarismo vastos alçapões.

Compreende-se. O dicionário levou décadas a concluir, trabalho minucioso de Professores, Doutores, Catedráticos e muitos, muitos sábios e sabichões da nossa praça; o Personal Computer (PC) nasceu há pouco e o PCP já completou 95 primaveras.

Um ou outro esquecimento, lapso de algum relapso, amnésia asinina e outras deformações são naturais aos pensadores. Quem poderá duvidar da honorabilidade de tão Ilustres Personalidades (IP) que, muito naturalmente, teriam deixado por desmazelo, distração ou preguiça numa qualquer gaveta, ou bolso, ou…, uma sigla que o seu inconsciente desde há muito vem apunhalando.

Consulto quase diariamente dicionários, enciclopédias e outros depositários da memória coletiva onde encontro a marca de classe de quem os organizou.

Também em França, na ‘L’Histoire au jour le jour’, (calhamaço de 1250 páginas) editado pelo “democrático” ‘Le Monde’, que se propôs relembrar todos os acontecimentos mundiais de relevo de 1944 a 1996, no mês de Abril de 1974 refere unicamente o dia 10 sem qualquer alusão à Revolução dos Cravos tão noticiada e deturpada em França e cujas implicações ultrapassaram as nossas fronteiras.

Senhores da Academia das Ciências de Lisboa, não tenham quaisquer pruridos, estes calhamaços aceitam ou rejeitam tudo o que vos interesse lembrar ou fazer esquecer, para exaltação do sistema e da classe que defendem e promovem. Para o Le Monde o 25 de Abril não existiu, para o dicionário da Academia, PC só o Personal Computer!

João Gavinho

PRELIMINARES

.
PRELIMINARES

O advogado e o alentejano

Um advogado todo "da linha de Cascais", vai caçar patos para o Alentejo.


Dá um tiro, acerta num pato, mas o bicho cai dentro da propriedade de um lavrador.

Enquanto o advogado saltava a vedação, o lavrador chega no tractor e pergunta-lhe o que estava ele a fazer.

O advogado respondeu:
- Acabei de matar um pato, mas ele caiu na sua terra, e agora vou buscá-lo.

O velhote responde:
- Esta propriedade é privada, por isso não pode entrar.

O advogado, indignado:
- Eu sou um dos melhores advogados de Portugal!

Se não me deixa ir buscar o pato eu processo-o e fico-lhe com tudo o que tem!

O lavrador sorriu e disse:
- O senhor não sabe como é que funcionam as coisas no Alentejo!
Nós aqui temos o Código Napoleónico!
Nós resolvemos estas pequenas zangas com a Regra Alentejana dos Três Pontapés.
Primeiro eu dou-lhe três pontapés; depois você dá-me três pontapés; e assim consecutivamente até um de nós desistir!

O advogado já se estava a sentir violento há um bocado, olhou para o velho e pensou que era fácil dar-lhe uma carga de porrada.
Por isso, aceitou resolver as coisas segundo o costume local.

O velho, muito lentamente, saiu do tractor e caminhou até perto do advogado.

O primeiro pontapé, dado com uma galocha bem pesada, acertou directamente nas bolas do advogado, que caiu de joelhos e vomitou.
O segundo pontapé quase arrancou o nariz do advogado.
Quando o advogado caiu de cara, com as dores, o lavrador apontou o terceiro
pontapé aos rins, o que fez com que o outro quase desistisse.

Contudo, o coração negro e vingativo do advogado falou mais forte.

Ele não desistiu, levantou-se, todo ensanguentado, e disse:
- Bora, velhote! Agora é a minha vez!

O lavrador sorriu e disse:
- Nah! Eu desisto! Leve lá o pato!


quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

NOMEADOS PARA OS GOLDEN GLOBES 2017

.
SAÍU A LISTA DOS NOMEADOS PARA
OS GOLDEN GLOBES 2017


Foram divulgados os nomeados à 74ª edição dos Golden Globes. Moonlight e La La Land estão na corrida.

A atribuição dos Globus vai ter lugar a 8 de Janeiro.

Foram divulgado há instantes os nomeados à 74ª edição dos Golden Globes Awards, anúncio feito pelas atrizes Anna Kendrick, Laura Dern e pelo ator Don Cheadle, contando ainda com a presença do presidente da Hollywood Foreign Press Association Lorenzo Soria, de Barry Adelman, o produtor executivo da Dick Clark Productions, que garante a exibição televisiva da cerimónia e do trio de jovens eleitas como Miss Golden Globe 2017: Sophia, Sistine e Scarlet Stallone (filhas do ator Sylvester Stallone e da ex-modelo Jennifer Flavi).

La La Land: Melodia de Amor, após ter vencido 8 Critics Choice Awards está na frente da corrida com 7 nomeações, nomeadamente Melhor Filme Comédia ou Musical, Melhor Ator em Comédia ou Musical (Ryan Gosling), Melhor Atriz em Comédia ou Musical (Emma Stone), Melhor Realizador (Damien Chazelle), Melhor Argumento (Damien Chazelle), Melhor Banda-Sonora e Melhor Canção Original. Moonlight também está na lista, mas com 6 nomeações.

Entre as maiores ausências contam-se os dramas biográficos e históricos de Milagre no Rio Hudson, e Silêncio, respetivamente realizados pelos veteranos Clint Eastwood e Martin Scorsese, que não conseguiram qualquer nomeação. A surpresa positiva foi a nomeação de Isabelle Huppert a melhor atriz dramática pelo filme Ela e a nomeação de Animais Noturnos às categorias de melhor realizador, melhor argumento e melhor ator secundário para Aaron-Taylor Johnson.

Nas categorias de televisão destaque a presença de Westworld, Stranger Things, The Crown ou This is Us, quatro novas séries de drama que conseguiram cativar a HFPA.

Golden Globes

Os Golden Globes eram até há pouco tempo conhecidos por antecipar os vencedores dos Óscares da Academia, no entanto, pelo segundo ano consecutivo nenhum dos filmes vencedores da estatueta dourada (O Caso Spotlight e Birdman) conseguiram triunfar nos Golden Globes. No início deste ano, The Revenant foi eleito o melhor filme de drama e Perdido em Marte foi eleito a melhor comédia ou musical. No início de 2015, Boyhood: Momentos de Uma Vida venceu na categoria de melhor filme de drama e Grand Budapest Hotel foi eleito a melhor comédia ou musical. Este ano é possível que o mesmo se suceda.

A 74ª edição dos Globos de Ouro acontecerá no domingo 8 de janeiro de 2017, no Beverly Hilton Hotel. A cerimónia deste ano será apresentada pelo ator e comediante Jimmy Fallon e Meryl Streep foi a celebridade escolhida para receber o Cecil B. DeMille Award 2017 e a atriz, que é a personalidade que mais Golden Globes tem em casa, também está nomeada na categoria de interpretação pelo filme Florence, Uma Diva Fora de Tom.

Lê ainda: American Film Institute revela os 10 melhores filmes e séries de 2016

GOLDEN GLOBES | LISTA COMPLETA DE NOMEADOS





MELHOR FILME – Drama
•Manchester By The Sea
•Moonlight
•Lion
•Hell or High Water
•O Herói de Hacksaw Ridge

MELHOR ATRIZ – Drama
•Amy Adams por O Primeiro Encontro
•Ruth Negga por Loving
•Natalie Portman por Jackie
•Jessica Chastain por Miss Sloane
•Isabelle Huppert por Ela

MELHOR ATOR – Drama
•Casey Affleck por Manchester By The Sea
•Denzel Washington por Vedações
•Joel Edgerton por Loving
•Viggo Mortensen por Capitão Fantástico
•Andrew Garfield por O Herói de Hacksaw Ridge

MELHOR FILME – Comédia ou Musical
•Florence, Uma Diva Fora de Tom
•_e1196884_
•20th Century Women
•Deadpool
•Sing Street

MELHOR ATRIZ – Comédia ou Musical
•Emma Stone por La La Land: Melodia de Amor
•Annette Bening por 20th Century Women
•Lily Collins por Rules Don’t Apply
•Meryl Streep por Florence, Uma Diva Fora de Tom
•Hailee Steinfeld por The Age of Seventeen

MELHOR ATOR – Comédia ou Musical
•Ryan Gosling por La La Land: Melodia de Amor
•Ryan Reynolds por Deadpool
•Hugh Grant por Florence, Uma Diva Fora de Tom
•Colin Farrell por A Lagosta
•Jonah Hill por Os Traficantes

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA
•Viola Davis por Vedações
•Naomie Harris por Moonlight
•Nicole Kidman por Lion: A Longa Viagem para Casa
•Octavia Spencer por Elementos Secretos
•Michelle Williams por Manchester By The Sea

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO
•Mahershala Ali por Moonlight
•Jeff Bridges por Hell or High Water
•Simon Helberg por Florence Foster Jenkins
•Dev Patel por Lion: A Longa Viagem Para Casa
•Aaron Taylor Johnson por Animais Noturnos

MELHOR REALIZADOR
•Damien Chazelle por La La Land: Melodia de Amor
•Tom Ford por Animais Noturnos
•Mel Gibson por O Herói de Hacksaw Ridge
•Barry Jenkins por Moonlight
•Kenneth Lonergan por Manchester By The Sea

MELHOR ARGUMENTO
•Damien Chazelle por La La Land: Melodia de Amor
•Tom Ford por Animais Noturnos
•Barry Jenkins por Moonlight
•Kenneth Lonergan por Manchester By The Sea
•Taylor Sheridan por Hell or High Water

MELHOR FILME – Animação
•Zootrópolis
•My Life as a Zucchini
•Vaiana
•Kubo e as Duas Cordas
•Cantar!

MELHOR FILME – Estrangeiro
•Toni Erdmann (Alemanha)
•Ela (França)
•Divines (França)
•Neruda (Chile)
•O Vendedor (Irão)

MELHOR BANDA-SONORA
•Justin Hurwitz por La La Land: Melodia de Amor
•Nicholas Britell por Moonlight
•Hauschka‎ & Dustin O’Halloran por Lion: A Longa Viagem para Casa
•Hans Zimmer & Pharrell Williams por Elementos Secretos
•Johann Johansson por O Primeiro Encontro

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
•“Can’t Stop the Feeling” – Trolls
•“City of Stars” – La La Land: Melodia de Amor
•“Faith” – Cantar!
•“Gold” – Gold
•“How Far I’ll Go” – Vaiana

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

SERIE "O FILIPE E A TRANCA" de ZÉ CARLOS CARVALHO

.
A RELAÇÃO DE AMIZADE COLORIDA ENTRE
O MÁRIO FILIPE E A TRANCA,SUSCITARAM
ESTES DESENHOS DO ZÉ CARLOS CARVALHO.


Lembram-se da "guerra santa" fajuta que o MÀRIO FILIPE inventou contra a "camarilha que controla a TRANCA?
Das duas "manifs" contra que convocava para as 16 horas junto ao relógio de ponto?

Quando o pessoal fazia fila para picar, ele ia-nos chamar e gritava a plenos pulmões: "VEJAM COMO A MANIF CONTRA VOCÊS É UM ÊXITO,"

Era infinito o humor do Filipe, e infinito também o seu talento .

Este poster do Zé Carlos revive essa "lutas" filipianas.

sábado, 10 de dezembro de 2016

CARLOS RUIZ ZAFON

.
CARLOS RUIZ ZAFON O ESCRITOR CATALÃO
VAI ESTAR AMANHÃ ,DIA 11 PELAS 17
HORAS...


CARLOS RUIZ ZAFON vai estar em Lisboa a apresentar o seu
novo romance "O Labirinto dos Espíritos" que já conquistou Portugal. Em 4 dias alcançou o 2º lugar no Top de Vendas.
Sou um leitor assíduo do autor catalão , já li todos os seus livros e aconselho uma ida até ao SALÃO NOBRE DA ACADEMIA DE CIÊNCIAS, pelas 17 horas de amanhã dia 11.



Sou um leitor assíduo do autor catalão , li todos da trilogia (agora quarteto) do universo do "Cemitério dos Livros esquecidos" e recomendo o estilo apaixonado e emocionante da sua escrita.


QUEM É CARLOS RUIZ ZAFON?

Carlos Ruiz Zafón (Barcelona, 25 de Setembro de 1964) é um escritor espanhol que tem vivido em Los Angeles desde 1993, onde ele passou alguns anos escrevendo roteiros enquanto desenvolvia sua carreira como escritor.

Em 1993 ganhou o prêmio Edebé de literatura com seu primeiro romance, O Príncipe da Névoa, que vendeu mais de 150 mil exemplares na Espanha e foi traduzido em vários idiomas. Desde então, publicou quatro romances, sendo que os três primeiros foram dirigidos para um público mais jovem, e intitulam-se de El Palacio de la Medinoche, Las Luces de Semptiembre e Marina.

Nos últimos anos transformou-se numa das maiores revelações literárias com A Sombra do Vento, que foi traduzido em mais de 30 idiomas e publicado em cerca de 45 países, e foi finalista dos prêmios literários espanhóis Fernando Lara 2001 e Llibreter 2002. Em Portugal, essa obra foi premiada com as Correntes d'Escritas, do ano de 2006.

Seu romance O Jogo do Anjo, escrito em 2008, teve mais de um milhão de exemplares vendidos na Espanha.

Atualmente, seu romance mais recente é O Prisioneiro do Céu, continuação de A Sombra do Vento. Os romances A Sombra do Vento, O Jogo do Anjo e O Prisioneiro do Céu, fazem parte de uma trilogia que pode ser lida por qualquer ordem mantendo, mesmo assim, um entendimento claro da obra.

Os trabalhos de Záfon foram publicados em 45 países e foram traduzidos em mais de 30 idiomas. Estes números, colocam Ruiz Zafon como o mais bem sucedido escritor contemporâneo espanhol, junto com Javier Sierra, cujos trabalhos foram publicados em quarenta e dois países, e Juan Gómez-Jurado, cujos trabalhos foram publicados em quarenta e um países.

O autor vive atualmente em Los Angeles, onde escreve roteiros para o cinema e trabalha em um novo romance. Zafón colabora também nos jornais espanhóis La Vanguardia e El País.

O livro A Sombra do Vento já ultrapassou a marca dos 6,5 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo desde o seu lançamento, em 2001.

Suas Obras

O Príncipe da Névoa
O Palácio da Meia-Noite
As luzes de Setembro - no original Las Luces de Semptiembre
A Sombra do Vento (2001)
O Jogo do Anjo (2008)
O Prisioneiro do Céu
Marina (2011)
O Labirinto dos Espíritos (2016) este ultimo

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

PEPETELA

.
PEPETELA , COM A LEGITIMIDADE QUE
LHE CONFERE A LUTA CONTRA O COLO-
NIALISMO E A AUTORIA DA MELHOR OBRA
SOBRE A GUERRA COLONIAL, ASSUME:


PEPETELA, autor da melhor obra que li sobre a guerra colonial "MAYOMBE",vista pelo lado angolano, afirmou :
A geração que lutou pela independência nacional de Angola foi movida pelo espírito de bem-estar colectivo, porém, com o passar do tempo, ela se foi esquecendo deste objectivo, afirmou o escritor angolano Pepetela.


O escritor fez estas declarações durante um encontro informal com os estudantes da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Metodista de Angola, no âmbito das II Jornadas Científico-Pedagógicas que tiveram lugar nos dias 15 e 16 de Setembro.

Para ele, os jovens têm o desafio “de ser capazes de se desenvolver pessoalmente, através do estudo, da participação na sociedade, sempre com o objectivo de ser e viver melhor, mas fazendo também com que os outros vivam melhor”, defendeu, tendo acrescentado que é melhor haver menos, “mas todos terem um bocado”.

O encontro com os estudantes foi dinamizado pelo escritor e docente universitário Abreu Paxe e o director do Novo Jornal, Carlos Ferreira, igualmente escritor e compositor

FREDERICO LOURENÇO, GANHOU O PRÉMIO PESSOA 2016

.
O ESCRITOR, TRADUTOR E PROFESSOR
UNIVERSITÁRIO FREDEICO LOURENÇO
FOI O VENCEDOR DO PREMIO PESSOA
2016.


Frederico Lourenço (Lisboa, 1963) é um escritor, tradutor e professor universitário português. É grande especialista de línguas e literaturas clássicas, em particular de grego clássico.


Biografia

Frederico Maria Bio Lourenço nasceu em Lisboa, em 1963, filho de M. S. Lourenço (1936-2009) e de Manuela Lourenço (1937-1998). Fez a instrução primária em Inglaterra (Oxford), onde a família viveu entre 1965 e 1973. Frequentou o Lycée Français Charles Lepierre de Lisboa, mas preferiu dedicar-se ao estudo da música (Academia dos Amadores de Música, Conservatório Nacional; mais tarde Escola Superior de Música de Lisboa) e da língua alemã (com explicadores e por conta própria desde os 12 anos e depois no Goethe Institut de Lisboa) e por isso fez o ensino secundário como auto-proposto.

Licenciou-se, em 1988, em Línguas e Literaturas Clássicas na Universidade de Lisboa, onde mais tarde se doutorou com uma tese sobre os cantos líricos de Eurípides, tendo sido aprovado por unanimidade por um júri que incluiu Maria Helena da Rocha Pereira (Universidade de Coimbra) e James Diggle (Universidade de Cambridge). A tese foi publicada com o título "The Lyric Metres of Euripidean Drama" (Coimbra, Classica Digitalia, 2011). De 1989 a 2009 foi docente da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Desde Novembro de 2009 é professor associado da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Tendo-se dedicado durante anos ao estudo e tradução da poesia grega (com destaque para Homero), começou a voltar-se para outros interesses a partir de 2007: Estudos Bizantinos, Germanística e História da Dança.

Em 10 Abril de 2008, estreou, com grande êxito crítico, no Teatro da Cornucópia de Lisboa, a sua versão da peça Don Carlos de Friedrich Schiller, com encenação de Luís Miguel Cintra.

Obra[editar | editar código-fonte]

Ficção[editar | editar código-fonte]

O autor publicou uma trilogia de romances: Pode um Desejo Imenso (2002, prémio PEN Clube 2002), O Curso das Estrelas e À Beira do Mundo. Em 2006 estes romances foram publicados num único volume, de acordo com as intenções do autor.

Escreveu também uma colectânea de contos A Formosa Pintura do Mundo (2005) e dois livros autobiográficos: Amar não Acaba (2004) e A Máquina do Arcanjo (2006)

Tradução[editar | editar código-fonte]

Em 2003, foi publicada a sua tradução em verso da Odisseia de Homero, que ganhou o prestigiado Prémio D. Diniz da Casa de Mateus, assim como o Grande Prémio de Tradução - APT (Assoc. Port TRAD)/ PEN Clube 2003.

Em 2005 foi a vez da sua tradução da Ilíada, e em 2006 seguiu-se uma antologia Poesia Grega de Álcman a Teócrito.

Traduziu também duas tragédias de Eurípides, Hipólito e Íon.

Em 2016 é publicado o primeiro volume, de um total de seis, que compreenderão a maior e mais completa bíblia em português alguma vez já feita. Previsto para entregar o último volume em 2020, a proposta do tradutor é dar ao leitor de língua portuguesa a sensação de estar o ler o texto bíblico na língua original, respeitando rigorosamente a literalidade contida no idioma original das escrituras. O projecto conta com um vasto aparato de notas que visa ambientar o leitor no contexto histórico e linguístico das escrituras e no que elas relatam.

Outras[editar | editar código-fonte]

Em 2005 foi publicada uma adaptação sua da Odisseia destinada a um público juvenil.

Em 2006 sai Ensaios sobre Píndaro, organizada por Frederico Lourenço, e que contém textos de seus e de outros académicos[1]

Em 2007 foi editada uma colectânea de crónicas suas intitulada Valsas Nobres e Sentimentais.

Colaborou com a Cinemateca Portuguesa na elaboração de textos sobre cinema e na realização de catálogos, e nos jornais O Independente, Expresso, Público e Diário de Notícias

Prémios[editar | editar código-fonte]
2002: Prémio PEN Clube 2002 (Primeira Obra)
2003: Prémio D. Diniz da Casa de Mateus
2003: Grande Prémio de Tradução - APT (Assoc. Port TRAD)/ PEN Clube 2003
2006: Prémio Europa – David Mourão-Ferreira
2016: Prémio Pessoa

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

RECORDANDO UMA CIMEIRA DE LAGARTOS, EM ODIVELAS

.
NUMA BELA TARDE DE ESTIO, OS LAGARTOS
DO RC, REUNIRAM-SE NUMA ANENA CARACOLADA
EM TERRAS DE ODIVELAS


...E convidaram um lampião conhecido por Soba Vermelhusco para a soirée.

Foi acolhedora a recepção qu lhe demos



apesar de akgumas reticências



a sessão coreu bem e os petiscos estiveram saborosos.


o soba vermelhusco no meio dos lagartos


quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

PRÉMIOS ANUAIS DE CINEMA - VENCEDORES DOS BIFA- BRITISH INDEPENDENT FILMS AWARDS

.
BIFA AWARDS 2016
O CINEMA BITÂNICO TAMBÉM PREMIOU
O SEU CINEMA INDEPENDENTE,

MELHOR FILME

American Honey
Andrea Arnold, Pouya Shabazian, Lars Knudsen, ...


MELHOR REVELAÇÃO

Eu, Daniel Blake


MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO

Brett Goldstein
IN
Adult Life Skills


MELHOR ACRIZ SECUNDÁRIA

Avin Manshadi
IN
Sob a Sombra

MELHOR REALIZADOR

Andrea Arnold
IN
American Honey

MELHOR ACTOR

Dave Johns
IN
Eu, Daniel Blake

MELHOR ACRTIZ

Sasha Lane
IN
American Honey



sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

REFERENDO EM ITALIA

.
ESTE FIM DE SEMANA A ITÁLIA VAI
VOTAR NUM REFERENDO QUE PODERÁ
CAUSAR UM TERRAMOTO POLITICO
A SER SENTIDO NA EUROPA.



No dia 4 de dezembro, os italianos são chamados a pronunciar-se em referendo sobre uma reforma constitucional que visa restringir os poderes do senado. A reforma é defendida pelo governo de centro-esquerda de Matteo Renzi, com o objetivo de “reforçar a estabilidade política do país”.

O PARLAMENTO ACTUAL É ASSIM CONSTITUIDO E COM OS POEDERES SEGUINTES:

O Parlamento italiano, órgão máximo constitucionalmente encarregado das funções legislativas naquele país, é composto por duas câmaras, como Na Espanha, Inglaterra e Brasil.. A Câmara dos Deputados (Camera dei Deputati) tem 630 parlamentares, enquanto o Senado da República (Senato della Repubblica) é formado por 315 senadores.

Em algumas situações previstas pela Constituição, os dois grupos fazem reuniões conjuntas. Por exemplo, na eleição do presidente da República, dos integrantes da Corte Constitucional e de 1/3 dos integrantes do Conselho Superior da Magistratura.
O Parlamento na Itália tem as seguintes funções: legislativa, de revisão constitucional e controle sobre as funções jurisdicionais e administrativas, exercidas pelos outros poderes. O sistema de governo adotado na Itália prevê os cargos de presidente da República e de presidente do Conselho de Ministros. O presidente da República é eleito pelos parlamentares e nomeia quem vai presidir o Conselho. Entretanto, é o presidente do Conselho de Ministros quem realmente dirige a política governamental.
As eleições para o Parlamento, na Itália, são feitas por meio de um sistema misto desde 1993. Entre os deputados, 475 (75%) são eleitos pelo sistema majoritário, enquanto 25% das vagas são preenchidas pelo sistema proporcional. No Brasil, todos os parlamentares são eleitos proporcionalmente, de acordo com o total de votos obtidos pelo partido ou coligação. Na eleição majoritária, os mais votados têm suas vagas asseguradas, sem importar o partido
.


ORA O QUE SE PRETENDE COM AS EMENDAS PRPOSTAS POR RENZI?

O novo senado teria apenas 100 assentos, sendo 74 senadores escolhidos pelos eleitos regionais, 21 pelos presidentes de câmara e os cinco senadores vitalícios veriam os mandatos limitados a sete anos.

Atualmente os diplomas legais têm que ser aprovados pelas duas câmaras. Se os italianos disserem “Sim” à reforma, o voto da Câmara dos deputados passa a ser decisivo e o senado só poderá intervir se um terço dos senadores considerar que a lei deve ser submetida ao senado. O novo senado manterá o poder de veto sobre matérias constitucionais.

A reforma recebeu a aprovação das duas atuais câmaras, mas sem a maioria de dois terços exigida pela constituição. Matteo Renzi decidiu avançar para o referendo.

Inicialmente, o primeiro-ministro condicionou o seu mandato ao resultado da consulta popular, mas tem vindo a distanciar-se dessa posição. Por enquanto, as sondagens indicam que a reforma será rejeitada pelos italianos. A oposição não poupa críticas ao projeto, denunciando o fim de um parlamento democraticamente eleito e equilibrado.

As instituições europeias e os mercados temem o resultado deste referendo. Muitos analistas acreditam que uma vitória do “Não” pode dar asas aos anti-europeístas do Movimento Cinco Estrelas, com consequências imprevisíveis, numa Europa já agitada pelo Brexit e pela eleição de Donald Trump

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

ooops

.
pároco versus putaria...


CABARÉ PROCESSA IGREJA
Em Aquiraz, região metropolitana de Fortaleza, D. Tarcília Bezerra começou a construção de um anexo do seu cabaré a fim de aumentar as suas “actividades” em constante crescimento.
Em reacção contrária ao “empreendimento”, a Igreja Pentecostal da localidade iniciou uma forte campanha para bloquear a expansão. Fez sucessivas sessões de oração no seu templo, de manhã, à tarde e à noite.

Porém, o trabalho de construção progrediu. Contudo, uma semana antes da reabertura, um raio atingiu o cabaré de Tarcília, queimando as instalações eléctricas e provocando um incêndio que destruiu tudo.

Tarcília processou a Igreja, o Pastor e toda a Congregação, com o fundamento de que a Igreja foi a responsável pela destruição do seu prédio e do negócio "por ter provocado a intervenção divina, directa ou indirecta, por acções ou meios”; e o certo é que lhe causou enormes prejuízos, pelo que pede indemnização.
Na sua defesa à acção, o Pastor negou veementemente toda e qualquer responsabilidade ou ligação ao desmoronamento do cabaré, inclusive por falta de provas da intervenção divina em resposta às orações dos fiéis.

O juiz, veterano, leu a reclamação da autora Tarcília e a resposta dos réus que são o templo e os pastores. E na audiência de abertura comentou:

“Não sei como vou decidir neste caso, pois pelo que li até agora, tem-se, de um lado, uma proprietária da indústria de putaria que acredita firmemente no poder das orações e do outro lado uma igreja inteira que afirma que as orações não valem nada!”

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

CRÓNICA DA IV CIMEIRA DO BATISTA DA BURACA

.
E A NOSSA REUNIÃO MAGNA MENSAL VOLTOU
AO BATISTA DA BURACA, E PELA QUARTA
VEZ OS NOSSOS SENADORES FORAM BEM
RECEBIDOS E CONFORTADOS COM OS MAN-
JARES DO CHEF DO 41 DA ESTRADA DA
BURACA.



A CIMEIRA que ganhou o nickname em título, acolheu desta feita 11 senadores, sobreviventes da "ideia" RC, e dos que acreditam que
o RC não acabou ,como o título daquele texto colectico imortalizado nas páginas da velha TRANCA e já na era cybernética , na TRANCA ON LINE.


É claro que se sabe que muitos dos nossos só não estiveram presentes por motivos de saúde ou ainda de "tarefas de avós" que é agora o horário de muitos de nós.

Ainda ontem, durante a sessão , um dos nossos senadores teve de abandonar os "trabalhos" para ir buscar o neto à escola.

Estiveram à mesa


DINA,RICARDO MATOS,ALICE TELES,GRAÇA ESPANHA,ZÉ MANEL GUEDES VAZ,ZÉ HERDEIRO,JOÃO FERRADEIRA PINTO,VITOR SANTOS,HELDER MESQUITA,PEREIRA DE SOUSA e o MARCELO,







Os manjares foram de escolha à carta, e a opinião no final foi unanime. Muito boa.




Os temas em debate foram variados, e em dia em que aconteceu a queda do avião que transportava a equipa do Chapecoense, trouxe para a mesa ,claro,essa tragédia, e a critica` ao jornalismo que se faz hoje em dia, e à inadmissível conduta da jornalista da TVI que logo após o conhecimento do acidente ligou em directo para o agente do jogador Marcelo Boeck, a perguntar-lhe porque é que o atleta não tinha embarcado com a equipa , e perante a resposta de que não tinha sido convocado, voltou à carga ,querendo saber porquê com pormenores e insinuações , a ponto de o agente ter de lhe gritar;"oh minha senhora, perante uma tragédia destas que raio de questões são essas ,que vergonha"

O Soba Vermelhusco não apareceu...

Recordaram-se episódios do RC, como os dias da ocupação das instalações da TAP pelo pessoal, depois do 25 de Abril e que durou uns dias, e em que no refeitórios muitos de nós vimos pela primeira vez ser projectado em Portugal , o filme do Sergei Eisensteim "O couraçado de Pomtenkin".

O Soba Vermelhusco foi noshow

Ainda não se sabe onde será o nosso encontro de Dezembro, quando se souber, aqui na TRANCA e na SALA DE CONVIVIO DO RC, divulgarei.

GOTHAN AWARDS 2016, OS VENCEDORES

.
OS GOTHAN AWARDS,SÃO OS PRIMEIROS
PRÉMIOS DE CINEMA A SER CONHECIOS
OS VENCEDORES.

A TRANCA sempre em cima destes eventos sobre cinema mostra aqui a lista dos vencedores deste ano:

Primeiro grande prêmio da temporada, o Gotham Independent Film Awards é também um dos mais rápidos, pois anunciou os indicados no dia 20 deste mês e na noite de ontem já entregou os troféus aos premiados. Produzido por Matt Damon, o drama de Kenneth Lonergan Manchester à Beira-Mar somava o maior número de indicações, mas quem roubou a cena com quatro vitórias foi o elogiado Moonlight, de Barry Jenkins, que ficou inclusive com o prêmio principal. Nos dois últimos anos o vencedor dos indies triunfou também no Oscar (Birdman e Spotlight). Será que a dobradinha será mantida nesta temporada?

A favorita Natalie Portman foi derrotada pela estrela francesa Isabelle Huppert - que, surpresa, se disse "sem palavras e sem folêgo" no discurso - e Casey Affleck foi escolhido o melhor ator. Votado pelos membros do Independent Filmmaker Project, o Gotham 2016 apresentou tributos a Amy Adams (homenageada por Cate Blanchett), Ethan Hawke, Oliver Stone e Arnon Milchan. Confira a lista completa de ganhadores:

MELHOR FILME

Moonlight


MELHOR ACTOR

Casey Affleck (Manchester à Beira-Mar)

MELHOR ATRIZ

Isabelle Huppert (Elle)


PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI

Elenco de Moonlight

MELHOR DOCUMENTÁRIO

O.J.: Made in America

DIRETOR REVELAÇÃO

Trey Edward Shults (Krisha)

ATOR/ATRIZ REVELAÇÃO

Anya Taylor-Joy (A Bruxa)

MELHOR ROTEIRO

Barry Jenkins (Moonlight)

PRÊMIO DA AUDIÊNCIA

Moonlight

SÉRIE DE LONGA DURAÇÃO

Crazy Ex-Girlfriend

SÉRIE DE CURTA DURAÇÃO

Her Story

EDUARDO MENDOZA, ESCRITOR CATALÃO, VENCEU O PRÉMIO CERVANTES 2016

.
O VENCEDOR DO PRÉMIO CERVANTES 2016
É EDUADO MENDOZA,

Catalão Eduardo Mendoza vence Prémio Cervantes


Escritor de 73 anos foi consagrado com o mais importante galardão literário para a língua castelhana. Júri destacou a sua escrita, “cheia de subtileza e ironia”

O escritor espanhol Eduardo Mendoza venceu o Prémio Cervantes 2016, a maior distinção mundial em língua espanhola.

O prémio foi anunciado esta quarta-feira pelo ministro espanhol da Educação e Cultura, Íñigo Méndez de Vigo, que sublinhou a originalidade da escrita de Mendoza, “cheia de subtileza e ironia” desde a sua primeira novela, “A verdade sobre o caso Savolta”, publicada em 1975.

O autor espanhol está traduzido em várias línguas, incluindo a portuguesa. "A cidade dos prodígios", "Três vidas de santos" são duas das obras de Mendoza publicadas em Portugal.

Nova literatura espanhola

Eduardo Mendoza Garriga nasceu em Barcelona, a 11 de janeiro de 1943. O seu primeiro livro, “A verdade sobre o caso Savolta”, foi publicado em 1975.

A cidade natal de Barcelona é normalmente o palco dos seus romances, com descrições da mesma em épocas anteriores à Guerra Civil Espanhola e na actualidade.

Além do romance, Eduardo Mendoza é também autor de ensaios e peças de teatro.

No ano passado, o escritor catalão venceu o Prémio Franz Kafka, atribuído pela sociedade checa e pela cidade de Praga.

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

IV CIMEIRA DO BATISTA DA BURACA ou da buraca do batista

.
PESSOAL VAMOS TODOS PARA O
BATISTA DA BURACA DIA 29.

IV CIMEIRA DO BATISTA DA BURACA


Da nossa PM DINA a

CONVOCATÓRIA

"Amigas e amigos, cá estou para vos falar do nosso almoço mensal. Iremos ao restaurante " O Batista " - Estrada da Buraca, 41 - Tel: 217604496.


Não necessitamos escolher prato pois lá chegados pediremos o que nos agradar .Temos pago entre 12.50 e 15.00 euros.

Peço me enviem vossas confirmações para idaldina@gmail.com até ao próximo domingo à noite. Por favor não demorem porque tenho de fazer a marcação da mesa..

Bjs Dina


segunda-feira, 21 de novembro de 2016

GENTE NOSSA

.

O SOBA VERMELHUSCO

REDAÇÃO PREMIADA

.
ESTE TEXTO FOI PREMIADO

Redacção feita por uma aluna de Letras, que obteve a vitória num concurso interno promovido pelo professor da cadeira de Gramática Portuguesa.


"Era a terceira vez que aquele substantivo e aquele artigo se encontravam no elevador.
Um substantivo masculino, com aspecto plural e alguns anos bem vividos pelas preposições da vida. O artigo, era bem definido, feminino, singular. Ela era ainda novinha, mas com um maravilhoso predicado nominal. Era ingénua, silábica, um pouco átona, um pouco ao contrário dele, que era um sujeito oculto, com todos os vícios de linguagem, fanático por leituras e filmes ortográficos.
O substantivo até gostou daquela situação; os dois, sozinhos, naquele lugar sem ninguém a ver nem ouvir. E sem perder a oportunidade, começou a insinuar-se, a perguntar, conversar. O artigo feminino deixou as reticências de lado e permitiu-lhe esse pequeno índice.
De repente, o elevador pára, só com os dois lá dentro.
Óptimo, pensou o substantivo; mais um bom motivo para provocar alguns sinónimos. Pouco tempo depois, já estavam bem entre parênteses, quando o elevador recomeçou a movimentar-se. Só que em vez de descer, sobe e pára exactamente no andar do substantivo.
Ele usou de toda a sua flexão verbal, e entrou com ela no seu aposento.
Ligou o fonema e ficaram alguns instantes em silêncio, ouvindo uma fonética clássica, suave e relaxante. Prepararam uma sintaxe dupla para ele e um hiato com gelo para ela.
Ficaram a conversar, sentados num vocativo, quando ele recomeçou a insinuar-se. Ela foi deixando, ele foi usando o seu forte adjunto adverbial, e rapidamente chegaram a um imperativo.
Todos os vocábulos diziam que iriam terminar num transitivo directo.
Começaram a aproximar-se, ela tremendo de vocabulário e ele sentindo o seu ditongo crescente. Abraçaram-se, numa pontuação tão minúscula, que nem um período simples, passaria entre os dois.
Estavam nessa ênclise quando ela confessou que ainda era vírgula.
Ele não perdeu o ritmo e sugeriu-lhe que ela lhe soletrasse no seu apóstrofo. É claro que ela se deixou levar por essas palavras, pois estava totalmente oxítona às vontades dele e foram para o comum de dois géneros.
Ela, totalmente voz passiva. Ele, completamente voz activa. Entre beijos, carícias, parónimos e substantivos, ele foi avançando cada vez mais.
Ficaram uns minutos nessa próclise e ele, com todo o seu predicativo do objecto, tomava a iniciativa. Estavam assim, na posição de primeira e segunda pessoas do singular.
Ela era um perfeito agente da passiva; ele todo paroxítono, sentindo o pronome do seu grande travessão forçando aquele hífen ainda singular.
Nisto a porta abriu-se repentinamente.
Era o verbo auxiliar do edifício. Ele tinha percebido tudo e entrou logo a dar conjunções e adjectivos aos dois, os quais se encolheram gramaticalmente, cheios de preposições, locuções e exclamativas.
Mas, ao ver aquele corpo jovem, numa acentuação tónica, ou melhor, subtónica, o verbo auxiliar logo diminuiu os seus advérbios e declarou a sua vontade de se tornar particípio na história. Os dois olharam-se; e viram que isso era preferível, a uma metáfora por todo o edifício.
Que loucura, meu Deus!
Aquilo não era nem comparativo. Era um superlativo absoluto. Foi-se aproximando dos dois, com aquela coisa maiúscula, com aquele predicativo do sujeito apontado aos seus objectos. Foi-se chegando cada vez mais perto, comparando o ditongo do substantivo ao seu tritongo e propondo claramente uma mesóclise-a-trois.
Só que, as condições eram estas:
Enquanto abusava de um ditongo nasal, penetraria no gerúndio do substantivo e culminaria com um complemento verbal no artigo feminino.
O substantivo, vendo que poderia transformar-se num artigo indefinido depois dessa situação e pensando no seu infinitivo, resolveu colocar um ponto final na história. Agarrou o verbo auxiliar pelo seu conectivo, atirou-o pela janela e voltou ao seu trema, cada vez mais fiel à língua portuguesa, com o artigo feminino colocado em conjunção coordenativa conclusiva.
"

Fernanda Braga da Cruz


AGUARELA

.
AGUARELA DE JULIO JORGE


JULIO JORGE um pintor alentejano de Montemor-o-novo



Júlio João Calção Miguens Jorge, nasceu em Montemor-o-Novo a 9 de Fevereiro de 1959.

Autodidacta, faz da aguarela o seu meio de expressão favorito.

A temática da sua pintura de cariz naturalista é variada abrangendo desde a paisagem urbana e rural até ao retrato, passando também pela natureza morta.

Algumas exposições que participou:

IV, V, VI, VII, VIII e IX exposição internacional de Vendas Novas

VII Mostra de pintores alentejanos

II Bienal de Artes Plásticas do Alentejo ( Núcleos de Alcácer Do Sal e Alvito)

Museu de Elvas, " A arte no meio castrense"

Inrot 6 e 10 Évora, Beja, Castelo Branco, Cáceres, Mérida e Badajoz.

Naintré - França concurso anual de aguarelas.

Biblioteca Municipal de Alcácer do Sal

Pousado dos Loios Évora "Silêncios"

Sociedade Círculo Montemorense " Silêncios"

Museu de Évora "Intemporalidades"

em castro verde.

.
NA PROXIMA QUARTA FEIRA O FILME
A APRESENTAR NO FORUM MUNICIPAL
DE CASTRO VERDE ,E ENQUADRADO
NA FESTA DO CINEMA ITALIANO É
"A MAFIA SÓ MATA NO VERÃO".



Festa do Cinema Italiano

Realização: Pierfrancesco Diliberto

Pierfrancesco Diliberto é um conhecido e divertido personagem da televisão italiana que, neste seu primeiro filme, consegue proporcionar um conto sobre as tentativas de Arturo de conquistar o coração da sua amada. Esta história, que tem como cenário a sua cidade de origem (Palermo), desenrola-se entre os anos 70 e 90, misturando a ficção com os documentos televisivos daquela época. O resultado é um surpreendente retrato da máfia e uma emocionante homenagem a todos os homens que tentaram combatê-la: uma maneira nova e improvável de retratar a máfia.

Auditório do Fórum Municipal | 21h30

Entrada Livre

Organização: Câmara Municipal de Castro Verde

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

MEETING DO FEIJÓ

.
NA TASQUINHA DOS RAMOS, NO FEIJÓ,
DEU-SE UM ENCONTRO HADOCK ENTRE
OS NOSSO SENADORES DA GRANDE
LISBOA,E INDIGENAS DA MARGEM
SUL.


Sem planeamento, muito À moda lusitana, o Ricardo e o Augustinho Mê Filhe, passaram a ponte 25 de Abril e vieram dar o previlégio da sua presença em terra de mouros, aos indígenas do Feijó, o Hélder Mesquita da tribo do Chegadinho, o Zé Herdeiro, da downtown do Feijó e do Vitor Candeias, ilustre Comendador do Laranjeiro.

A reunião aconteceu na Tasca dos Ramos, nobre família de cujo ramo deu o Raminhos.


A reunião a que se decidiu por votação unânime atribuir o nome de Meeting, decorreu entre pezinhos de coentrada, salada de polvo ,alheira de Avintes, peixinhos da horta e muitos ,muitos casaquinhos.


Prometemos , nós os da Margem Sul, vingança para breve , com marcha sobre Lisboa ou Oeiras.



LUA

.
A foto mais espetacular que
encontrei do fenómeno da
da ultima segunda feira .


Esta imagem foi captada por um fotógrafo sortudo que se deslocava de carro numa estada pero da Torre ,na Serra da Estrela.

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

A TRANCA E SALA DE CONVIVIO WORLD WIDE

.
A NOSSA TRANCA E SALA NDE CONVIVIO
ESPAlHOU-SE POR TUDO QUANTO É
GEOGRAFIA,


E agora , podemos encontrar o nosso blog de surpresa



em qualquer espaço onde a imagem é importante,

terça-feira, 15 de novembro de 2016

RECORDANDO

.
O BRITO DIAS, O NOSSO COMPANHEIRO DE
TANTOS ANOS, QUE JÁ NOS DEIXOU, NOS
ANOS DE BRASA DO RC, ORGANIZAVA NA
SUA CASA DE UNHOS FESTAS MUITO ANI-
MADOS...


que juntavam muitos dos nossos, nos criativos anos 70.


Nesta imagem , estão muitos dos "fundadores" do RC, alguns já nos deixaram , fica a sua memória e as estórias que fizeram a História do 7º.andar do Edificio 25, o tal que nunca dormia, assim como a Big Apple, num H24 que marcou o horário de muitos de nós .

Vejam lá se reconhecem quem e se reconhecem também .

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

PREMIOS ANUAIS DE CINEMA

.
A TRANCA SEMPRE SEGUIU ANOS APÓS
ANO, TODOS OS PRÉMIOS INERNACIO-
NAIS DE CINEMA.

Esta época vamos também estar em cima dos "Festival Awards"

Deixo aqui as datas das nomeações e galas de atribuição do Prémios

November 2016

1 British Independent Film Awards nominations announced
3 Critics Choice Documentary Awards Show
5 European Film Awards nominations announced
12 AMPAS Governors Awards
14 Critics Choice TV Nominations announced
17 SAG nomination ballots open
22 PGA documentary nominees announced
22 Independent Spirit Award nominations announced
25 Golden Globe nomination ballots mailed out to to HFPA members
28 Annie Award nominations announced
28 Gotham Awards
30 DGA Feature Film online nomination voting opens

December 2016

1 Critics Choice Film Nominations announced
4 British Independent Film Awards
5 WGA TV, New Media, Radio, News, Promo Writing, Graphic Animation noms announced
9 Golden Globes deadline for ballots
11 SAG nominations voting closes at 5 PM PT
11 Critics Choice Awards
12 Golden Globes nominations announced
12 DGA online voting for TV noms opens
14 SAG nominations announced
15 PGA nominations poll open for motion pictures
19 SAG final voting opens
19 Golden Globes final ballots mailed

January 2017

2 Annie Award online voting opens
2 Palm Springs International Film Festival Awards Gala
4 WGA theatrical and documentary screenplay nominations announced
4 Deadline for receipt of final Golden Globe ballots from HFPA members
4 National Board of Review gala
5 PGA nominations for TV and digital announced
5 Academy Award nominations voting opens at 8am PST
5 Art Directors Guild nominations announced
7 BAFTA Tea Party
8 Golden Globe Awards
10 BAFTA nominations announced
10 PGA Awards nominations announced
11 DGA TV, Commercial and Documentary nominees announced
12 DGA feature film and first-time feature nominations announced
13 Academy Award nominations voting closes at 5pm PST
23 Annie Award voting closes
24 Academy Award nominations announced
27 SAG final voting closes
27 PGA final voting closes
27 ACE Eddie Awards Gala
28 PGA Awards
29 SAG Awards
30 WGA final online voting for Screenplay and Series

February 2017

3 DGA deadline to vote online for feature film award
4 DGA Awards
4 Annie Awards
6 Oscar Nominees Luncheon
12 BAFTA Awards
13 Academy Award final voting opens at 8am PST
19 WGA Awards
21 Academy Award final voting closes at 5pm PST
25 – Independent Spirit Awards
26 – 89th Annual Academy Awards

Stay on top of the latest breaking film and TV news! Sign up for our Email Newsletters here.

nesta fase há já a LISTA DE NOMEADOS para os BRITISH INDEPENDENT FILNS AWQRDS.

Best British Independent Film



AMERICAN HONEY Andrea Arnold, Lars Knudsen, Jay Van Hoy, Pouya Shahbazian, Alice Weinberg, Thomas Benski, Lucas Ochoa
COUPLE IN A HOLE Tom Geens, Zorana Piggott
I, DANIEL BLAKE Ken Loach, Paul Laverty, Rebecca O’Brien
NOTES ON BLINDNESS Peter Middleton, James Spinney, Mike Brett, Jo-Jo Ellison, Steve Jamison, Alex Usborne
UNDER THE SHADOW Babak Anvari, Emily Leo, Oliver Roskill, Lucan Toh

Best International Independent Film

HUNT FOR THE WILDERPEOPLE Taika Waititi, Carthew Neal, Matt Noonan, Leanne Saunders
MANCHESTER BY THE SEA Kenneth Lonergan, Kimberly Steward, Matt Damon, Chris Moore, Lauren Beck, Kevin J. Walsh
MOONLIGHT Barry Jenkins, Adele Romanski, Dede Gardner, Jeremy Kleiner
MUSTANG Deniz Gamze Ergüven, Alice Winocour, Charles Gillibert
TONI ERDMANN Maren Ade, Janine Jackowski, Jonas Dornbach, Michel Merkt

Best Director

ANDREA ARNOLD American Honey
BABAK ANVARI Under the Shadow
BEN WHEATLEY Free Fire
KEN LOACH I, Daniel Blake
PETER MIDDLETON, JAMES SPINNEY, Notes on Blindness

Best Screenplay

ANDREA ARNOLD American Honey
BABAK ANVARI Under the Shadow
BILLY O’BRIEN, CHRISTOPHER HYDE I Am Not a Serial Killer
PAUL LAVERTY I, Daniel Blake
RACHEL TUNNARD Adult Life Skills

Best Actress

HAYLEY SQUIRES I, Daniel Blake
JODIE WHITTAKER Adult Life Skills
KATE DICKIE Couple in a Hole
NARGES RASHIDI Under the Shadow
SASHA LANE American Honey

Best Actor

DAVE JOHNS I, Daniel Blake
MAX RECORDS I Am Not a Serial Killer
MICHAEL FASSBENDER Trespass Against Us
SHIA LABEOUF American Honey
STEVE BRANDON My Feral Heart

Best Supporting Actress

AVIN MANSHADI Under the Shadow
GEMMA ARTERTON The Girl With All the Gifts
NAOMIE HARRIS Our Kind of Traitor
SHANA SWASH My Feral Heart
TERRY PHETO A United Kingdom

Best Supporting Actor

ARINZÉ KENE The Pass
BRETT GOLDSTEIN Adult Life Skills
CHRISTOPHER LLOYD I Am Not a Serial Killer
JAMIE DORNAN Anthropoid
SEAN HARRIS Trespass Against Us

Best Documentary

THE CONFESSION: LIVING THE WAR ON TERROR Ashish Ghadiali, James Rogan
DANCER Steven Cantor, Gabrielle Tana
THE HARD STOP George Amponsah, Dionne Walker
NOTES ON BLINDNESS Peter Middleton, James Spinney, Mike Brett, Jo-Jo Ellison, Steve Jamison, Alex Usborne
VERSUS: THE LIFE AND FILMS OF KEN LOACH Louise Osmond, Rebecca O’Brien

Outstanding Achievement in Craft

JOAKIM SUNDSTRÖM Sound – Notes on Blindness
PAUL MONAGHAN, MAT WHITECROSS Editing – Supersonic
ROBBIE RYAN Cinematography – American Honey
SEB BARKER Visual Effects – The Girl With All the Gifts
SHAHEEN BAIG Casting – Free Fire

The Douglas Hickox Award (Debut Director)

ADAM SMITH Trespass Against Us
ALICE LOWE Prevenge
BABAK ANVARI Under the Shadow
PETER MIDDLETON, JAMES SPINNEY Notes on Blindness
RACHEL TUNNARD Adult Life Skills

Debut Screenwriter – new for 2016

ED TALFAN The Passing (Yr Ymadawiad)
HOPE DICKSON LEACH The Levelling
JOHN CAIRNS, MICHAEL McCARTNEY A Patch of Fog
RACHEL TUNNARD Adult Life Skills
SIMON FARNABY, JULIAN BARRATT Mindhorn

Breakthrough Producer – new for 2016

CAMILLE GATIN The Girl With All the Gifts
DIONNE WALKER The Hard Stop
MICHAEL BERLINER Adult Life Skills
MIKE BRETT, JO-JO ELLISON, STEVE JAMISON Notes on Blindness
PAUL FEGAN Where You’re Meant to Be

Most Promising Newcomer

DAVE JOHNS I, Daniel Blake
HAYLEY SQUIRES I, Daniel Blake
LETITIA WRIGHT Urban Hymn
SENNIA NANUA The Girl With All the Gifts
STEVE BRANDON My Feral Heart

The Discovery Award

BLACK MOUNTAIN POETS Jamie Adams, Jon Rennie
THE DARKEST UNIVERSE Tom Kingsley, Will Sharpe, Tiani Ghosh, Jo-Jo Ellison
THE GHOUL Gareth Tunley, Jack Healy Guttmann, Tom Meeten
GOZO Miranda Bowen, Leo Scott
THE GREASY STRANGLER Jim Hosking, Toby Harvard, Daniel Noah, Andrew Starke, Ant Timpson, Josh C Waller, Elijah Wood

Best British Short

JACKED Rene Pannevis, Ashish Ghadiali, Jennifer Eriksson
MOTHER Leo Leigh, Scott O’Donnell
OVER Jörn Threlfall, Jeremy Bannister
RATE ME Fyzal Boulifa, Taina Galis
THE WRONG END OF THE STICK Terri Matthews, Chris Cornwell, Sam Bank

sábado, 12 de novembro de 2016

SOLIDARIEDADE DE PEDRA

.
Juntos na trampa

HUMANS

.
DOCUEMNTO IMPRESSIONANTE



In the grand scheme of things, it really hasn’t taken humans very long to conquer the world. Modern humans didn’t evolve until 200,000 years ago, and didn’t start moving out of Africa until 100,000 years ago. Now, we dominate most regions across the globe, reshaping our environment, and encroaching on the environment of other animals. The American Museum of Natural History visualized just how quickly humanity has spread across the planet in this video spotted by Digg.

Each 1 million people living in a particular area is represented by a yellow dot, and labeled badges show the rise of specific empires, as well as notable population-changing events, like the bubonic plague or world wars. Over the course of just a few minutes, you can watch just how humans spread out of Africa, across Eurasia, and into the Western Hemisphere. Though booming populations and the spread of megacities aren't always positive developments, the timeline will at least give you an appreciation for humanity's long-lasting dedication to exploration.



Teaser image by NASA/NOAA/GSFC/Suomi NPP/VIIRS/Norman Kuring

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

ORSON WELLS NUNCA PENSOU QUE AFINAL...

FAZ MUITO ANOS QUE ORSON WELLS
PROFERIU ESTAS PALAVRAS,...



Mal sabia ORSON WELLS que afinal...


""La popularidad no debería ser la medida a la hora de elegir políticos. Si fuera así el Pato Donald estaría en el senado o Presidente".Orson Wells.***


LEONARD COHEN DEIXOU-NOS

.
VAI-SE UM DOS MITICOS DE
UMA GERAÇÃO, LEONARD
COHEN.



Leonard Cohen, cantor canadiano e compositor de canções como "Suzanne" e "Hallelujah", morreu na noite desta quinta-feira (10), aos 82 anos. A causa da morte não foi revelada, mas ele já dava indícios de que não estava bem de saúde.

Perdeu-se um dos mais venerados e prolíficos visionários da música. Uma cerimônia ocorrerá em Los Angeles em uma data a ser divulgada. A família pede privacidade durante seu período de luto".



Dono de um característico timbre seco e voz rouca --que foi ficando mais grave com o passar dos anos--, Cohen lançou em outubro último o disco "You Want It Darker". Nele, já fazia intensas reflexões metafísicas sobre a morte. A relação com Deus, amplamente abordada pelo cantor desde os anos de 1980, veio como uma carta de despedida, após a morte, em julho, de sua musa Marianne Ihlen, aos 81 anos.


Nessa época, em uma entrevista à revista "New Yorker", declarou: "Estou pronto para morrer. Espero que não seja muito desconfortável".

Nascido em Westmount, no Quebec (o lado francês do Canadá), em 21 de setembro de 1934, Leonard Norman Cohen só passou a se dedicar à música depois dos 30 anos, quando se mudou para os Estados Unidos. Antes disso, ele já era conhecido como autor de romances e livros de poesia, mas, frustrado com as poucas vendas, decidiu explorar a composição musical.

Em 2001, Cohen recebeu o prêmio Príncipe de Astúrias de Literatura. Ele, que também foi candidato ao Prêmio Príncipe de Astúrias das Artes, lançou livros de poesias como "Flores para Hitler" (1964), "Belos Vencidos" (1966) e "Comparemos Mitologias" (1956), além de obras em prosa, como o romance "O Jogo Favorito" (1963).

Na música, lançou 14 discos de estúdio entre 1967 e 2016. Ele despontou durante as décadas de 1960 e 1970 junto a uma geração de poetas-compositores, como Bob Dylan, Paul Simon e Judy Collins. Em seu círculo de amizades estavam frequentemente nomes como Andy Warhol, Jimi Hendrix e Janis Joplin.

O amor e o desamor, conflitos e religião foram temas que Cohen desenvolveu ao longo da carreira com palavras cavernosas, tingidas de nicotina e fumaça. Foi no disco "Various Positions", de 1984, que saiu sua criação mais popular, "Hallelujah", uma canção épica que, segundo estimativas, já foi interpretada por cerca de 200 cantores --entre eles Jeff Buckley, Willie Nelson e Bob Dylan-- e foi objeto de pelo menos um documentário e um livro.

Cohen foi se retirando da cena artística a partir dos anos 1990 para se dedicar à espiritualidade. Em 1996 ficou recluso em um monastério budista na região de Los Angeles. Voltou à música em 2001, com o disco "Ten New Songs", por uma razão pouco espiritual, quando descobriu que sua agente havia roubado grande parte de sua poupança.

Foi a partir dessa volta que Cohen passou por uma redescoberta, com o relançamento de seus álbuns e levando seu nome de volta às paradas americanas pela primeira vez desde 1973, e sendo devotado por artistas como Michael Stipe (R.E.M.), Bono (U2), Nick Cave, Morrissey, Jeff Buckley e Renato Russo (que gravou uma versão de "Hey, That's No Way To Say Goodbye"). Em 2008 passou a integrar o Hall da Fama do Rock and Roll e, em 2010, recebeu um Grammy honorário pela trajetória.

Acredita-se que ele nunca tenha se casado, mas teve dois filhos, Adam e Lorca (uma homenagem ao poeta Federico García Lorca), com a artista Suzanne Elrod. Na década de 1960, namorou com a norueguesa Marianne Ihlen, que foi retratada na música "So Long Marianne", e teve um longo relacionamento com a estrela de cinema Rebecca De Mornay.

Publicamente, Cohen se mostrava um homem bem moderado, sereno, transcendente e sem muita vontade de chamar a atenção. Despojado e elegante, dizia que nasceu de terno. A notícia de sua morte chega com profundo impacto para os fãs da música em um ano que começou levando David Bowie.

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

"aves do sul de portugal" PREMIADO

.
AVES DO SUL DE PORTUGAL” CONQUISTOU O 1.º LUGAR NO FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA E TURISMO



O filme, de Daniel Pinheiro, produzido pela Câmara de Mértola, retracta o potencial do sul do país para a observação de aves e foi desenvolvido no âmbito de projecto “Naturalmente Alentejo”.

A medalha de ouro foi conseguida na competição internacional da categoria “Actividades ao Ar Livre” e a produção alentejana conquistou ainda o 1.º lugar na competição nacional na categoria “Turismo de Natureza".

O Festival ART&TUR é promovido pela APTUR - Associação Portuguesa de Turismologia. A edição de 2016, que se realizou de 19 a 22 de Outubro, teve na competição internacional 301 filmes de 52 países, enquanto a Competição Nacional teve um total de 109 filmes a concurso.

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

PREMIADOS DO DOCLISBOA 2016

.
NO DOCLISBOA 2016, MAIS UMA VEZ
UM ENORME ÊXITO ENTRA OS CINEFALOS
QUE LOTARAM AS SALAS E AS SESSÕES
DURANTE TODO O EVENTO.


O vencedor do galardão principal do DocLisboa é Calabria, de Pierre-François Sauter, “road movie” sobre um emigrante italiano na Suíça que após a morte vai ser repatriado por outros dois emigrantes, o cigano Jovan e o português José.



Ganhou o Grande Prémio Cidade de Lisboa para Melhor Filme da Competição Internacional, principal categoria do festival. O júri foi composto pelas realizadoras Manon de Boer, Karen Akerman e Valérie Massadian, bem como pela programadora do Festival de Cinema de Hamburgo Kathrin Kohlstedde e o jornalista Ludovic Lamant.



A cerimónia de divulgação e entrega de prémios decorreu neste sábado à noite na Culturgest, em Lisboa, e incluiu a sessão de encerramento do festival, com a estreia mundial de Nos Interstícios da Realidade ou o Cinema de António de Macedo, de João Monteiro, que reabilita o trabalho de António de Macedo, considerado o mais prolífico cineasta da geração do Novo Cinema Português.

Na secção Competição Portuguesa, o Prémio Íngreme, para Melhor Filme, foi atribuído a Ama-San, de Cláudia Varejão, sobre a vida de três mulheres numa aldeia piscatória no Japão.

ama_san_151
“Ama-San”, de Cláudia Varejão

Naquela secção, os jurados foram Emily Wardill, Mads Mikkelsen e Alexandra Carmo.

O Prémio Kino Sound Studio distinguiu A Cidade Onde Envelheço, de Marília Rocha, e o Prémio ETIC foi para O Espectador Espantado, de Edgar Pêra.

Quanto à secção Verdes Anos, teve como vencedor do Grande Prémio La Guarimba Pulse, de Robin Petré, escolhido pelos jurados Giulio Vita, Leonor Teles e Nuno Lisboa. Os mesmos que atribuíram o Prémio Especial a O Cabo do Mundo, de Kate Saragaço-Gomes.

Nas restantes categorias da secção Competição Internacional:
•Menção Honrosa Grande Prémio Cidade de Lisboa para Melhor Filme da Competição Internacional: Sol Negro, de Laura Huertas-Millán (Colômbia, França, EUA, 2016);
•Prémio Sociedade Portuguesa de Autores, atribuído pelo júri da secção Competição Internacional: Azayz, de Ilias El Faris (Marrocos, França, 2015);
•Prémio José Saramago, da Fundação José Saramago e da Livraria Lello, para o melhor filme falado em português, galego ou crioulo: Correspondências, de Rita Azevedo Gomes (Portugal, 2016), sobre as cartas trocadas durante o Estado Novo entre Jorge de Sena e Sophia de Mello Breyner Adresen;
•Prémio FCSH para Melhor Primeira Obra: 300 Miles, de Orwa El Mokdad (Síria, Líbano, 2016);
•Prémio Jornal Público para melhor curta-metragem: Downhill, de Miguel Faro (Portugal, 2016);
•Prémio do Público / Prémio RTP para melhor filme português: Cruzeiro Seixas – As Cartas do Rei Artur, de Cláudia Rita Oliveira (Portugal, 2015);

A 14ª edição do festival internacional de cinema documental DocLisboa decorreu entre os dias 20 e 30 de outubro em várias salas lisboetas.

Os vencedores dos principais prémios serão exibidos novamente, este domingo: Downhill, de Miguel Faro; e Ama-San, de Cláudia Varejão, no Cinema São Jorge, às 16h15; 300 Miles, de Orwa El Mokdad, na Culturgest, às 19h00; e Azayz, de Ilias El Faris, e Calabria, de Pierre-François Sauter, na Culturgest, às 21h30.




sábado, 29 de outubro de 2016

"DEMOCRACIA" EM BD

.
VAI ESTAR NO FESTIVAL DE BD
NA AMADORA

A BD «Democracia», de Annie Di Donna, Abraham Kawa e Alecos Papadatos, editado pela Bertrand, será apresentado durante a BD Amadora, concretamente no dia 22 de outubro.

«A história fascinante da origem da democracia europeia – e uma reflexão sobre o seu futuro. Maratona, 490 a. C.: Na véspera da batalha pela independência e pela sua recém-criada e revolucionária forma de governo (a que chamam “democracia”), os soldados atenienses conversam. Um deles, Leandro, conta aos camaradas como chegou até ali – como testemunhou os abusos dos velhos regimes tirânicos, a sua corrupção e brutalidade, e também a emergência de um novo sistema político que daria voz igual a todos os cidadão. Fala dos poderes estrangeiros que se imiscuem no governo da cidade-estado – como Esparta e a Pérsia – e da coragem de uma ideia capaz de mudar o mundo. Conseguiria esta ideia triunfar? A batalha do dia seguinte daria a resposta… Uma história cativante (com base nas fontes históricas clássicas) sobre as origens da Democracia – que tem muito a ensinar-nos sobre o seu futuro.»

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

CRÓNICA DA III CIMEIRA DO CLUBE TAP

.
EM BOA HORA SE REALIZOU O III CIMEIRA
DO CLUBE TAP, O ENCONTRO MENSAL DO
DOS NOSSOS SENADORES,E EM BOA HORA
PORQUE NOS 2 ULTIMOS MESES DADA A
FALTA DE QUORUM TEMEU-SE PELO FIM
DESTAS NOSSAS SAUDÁVEIS CIMEIRAS.



Não , o RC não acabou, o RC continua nas pessoas, em nós , nos nossos Senadores, nos que, passados 48 anos da sua criação do então Controle Central de Reservas, com instalação no 7º..andar dum edifício com o numero 25, ainda inacabado , no Reduto TAP do Aeroporto, ainda permanecem ligados por laços de amizade , e se continuam a encontrar e trocar ideias ,pelo menos no nosso encontro mensal, a que atribuímos o nickname de CIMEIRAS.

Mas depois o flop do mês de Setembro, em que não houve quórum, a nossa PM DINA, com a sua teimosa tenacidade e vontade de não deixar cair este noss elo de ligação, realizou.se no Restaurante do Clube TAP a nossa Cimeira com 12 senadores nas bancadas .


à mesa estiveram:

DINA,FERNANDO CANELAS,LUIS DOMINGUES,ZÉ MANEL GUEDES VAZ,CHICO ANTOS COSRA,MRS SANTOS COSTA,AUHUSTO,MARIA JOÃO,MANIUELA BRITO E SILVA,FAUSTINO,ANTUNES e ANA FRANCO.


A conversa esteve animada , as memórias muito vivas


O Faustino (na versão SOBA VERMELHUSCO) apareceu, mas só confirmou quando se a Dina lhe assegurou que o doutor Grilo não ia estar presente por se encontrar em visita de Estado a Castro Verde, dado o receio reverencial que Soba tem daquele causídico.

O GUEDES VAZ foi muito solicitado com perguntas e até deu autógrafos , quando no Restaurante se aperceberam que o nosso amigo é natural de .....Arouca.

No plenario foi decidido que tudo se faria para que as cimeiras NÃO ACABEM, e a nossa PM DINA pediu a todos para responderem aos seus emails de convocatória sempre com a máxima rapidez.

Não ficou nada definido em relação ao local da próxima Cimeira, logo que conheça, a TRANCA publicará aqui no blog e na SALA DE CONVIVIO DO RC no face.







TEATRO DO BAIRRO ESTREIA "O JOVEM MÁGICO"

.
O TEATRO DO BAIRRO NO CORAÇÃO DO
BAIRRO ALTO ESTREIA HOHE


Detalhes


O ponto de partida de “O Jovem Mágico” é a ópera de Cesariny “polìptika de maria klophas dita mãe dos homens”. Este texto e outros do autor são o próprio tema do espetáculo, a rampa de lançamento das ideias que lhe estão subjacentes e que acabam por se desenrolar como a própria construção de uma narrativa (ou a tentativa dela). É o regresso de António Pires aos seus princípios de um teatro coregráfico que recusa o naturalismo e o realismo, construindo um mundo e um tempo só possíveis em palco, onde os movimentos dos atores e a criação de quadros é uma preocupação constante.
Será também uma homenagem ao maior autor surrealista português – Mário Cesariny - neste ano em que se assinalam os 10 anos da sua morte.

26 de outubro a 20 de novembro*
Quarta a sábado, 21h30
Domingo, 17h


12€ . 6€ (-25, + 65, prof. espet.) . 5€ (Portadores de Cartão de Amigo do Teatro do Bairro e 5ªfeira, dia do espectador)

Encenação: António Pires
Com: Maria João Luís, Cassiano Carneiro, Elias Ramos, Graciano Dias, Mário Sousa, Rafael Fonseca, Ricardo Nagy
Dramaturgia: António Pires e Hugo Mestre Amaro
Música original: Ricardo Nagy com Paulo Abelho; Vídeo: José Budha; Figurinos: Luís Mesquita; Caracterização: Ivan Coletti; Desenho de luz: Vasco Letria; Movimento: Paula Careto; Consultoria de cenografia: Luísa Gago; Assistência de encenação: Hugo Mestre Amaro; Operação de luz: Filipe Pacheco; Operação de som: Lourenço Guerreiro; Construção de cenário: Fábio Paulo; Mestra Costureira: Rosário Balbi; Ilustração: Joana Villaverde; Comunicação: Isabel Marques; Direção de produção: Ivan Coletti; Administração de produção: Ana Bordalo; Produtor: Alexandre Oliveira; Produção: Ar de Filmes/Teatro do Bairro; M/ 16

terça-feira, 25 de outubro de 2016

CIMEIRA DO CLUBE TAP, É HOJE

.
CIMEIRA NO CLUBE TAP 25 OUTUBRO HOJE.

Hoje é dia de Cimeira dos nossos Senadores.
A esta hora na Rotunda da Encarnação há já movimento desusado, e muitos paparazzi a tentar flagrar os nossos mais famosos .Há mesmo um grupo de fans do Prof.Canelas,
A Cimeira começa pelas 13 horas , e a expectativa é grande.



terça-feira, 18 de outubro de 2016

III CIMEIRA DO CLUBE TAP

.
VAMOS TER NO PRÓXIMO DIA 25
DESTE MÊS , A NOSSA REUNIÃO
MAGNA, QUE GANHA O NICK NAME
DE CIMEIRA DO CLUBE TAP,
E QUE SERÁ UMA VERDADEIRA
REENTRÉE, FACE AO FLOP
DO ULTIMO MÊS DE SETEMBRO
EM QUE NÃO HOUVE QUORUM.



Da nossa PM DINA, eis a CONVOCATÓRIA

.
"Amigas e amigos , passados dois meses em que não organizei nem apareci no nosso almoço mensal, cá estou a dar - vos conhecimento do repasto de Outubro.
O local será o restaurante CLUBE TAP, junto aos bombeiros da Encarnação ( quando se vem da rotunda do relógio passar os semáforos seguindo em frente e virar à direita depois do edifício dos bombeiros ).
Ementa: Pão, manteiga

Bacalhau com broa

Sobremesa

Uma bebida

Café

Preço................. 10 €

A hora : 13.30 pois eles começam a ficar cheios às 12.30.

Por favor confirmem ou não a vossa presença, com urgência, pois tenho que reservar mesa.
Bjs Dina

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

BOB DYLAN, PREMIO NOBEL DA LITERATURA

.
EM ESTOCOLMO ,HOUVE SURPRESA, O
JURI SACUDIU O PÓ DOS TEMPOS E
OUSOU PREMIAR A LITARATURA NA
SUA FORMA POETICA ORALISADA.

Quem leu textos do Bob Dylon sabe que a sua arte ,a sua sensibilidade criativa na arte de juntar letras e virgulas , parágrafos , adjectivos, hipérboles, pontos finais ,figuras de estlio,



Já é conhecido o vencedor do prémio Nobel da Literatura 2016 e houve surpresa e aplausos na reação ao anúncio: o
Bob Dylan torna-se assim o primeiro músico a vencer o prémio maior da Literatura.

Recorde-se que o vencedor deste ano foi conhecido no mesmo dia em que se soube da morte do autor italiano Dario Fo, Prémio Nobel da Literatura em 1997, vencedor um ano antes do português José Saramago. Curiosamente, em 1997 já Bob Dylan surgia entre os nomeados ao prémio.

Figura de relevo na história da música, nome consagrado praticamente desde os anos 60, o primeiro livro publicado por Bob Dylan data de 1971 e é uma obra que junta já prosa e poesia ('Tarantula').

A academia sueca justifica o prémio atribuído a Bob Dylan por este ter criado novas formas de expressão poéticas no quadro da grande tradição da música americana. Aos 75 anos de idade, o ícone Bob Dylan vê o seu mito agigantar-se ainda mais.

gente nossa - O VITOR SANTOS

-

preliminares

.

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

.
oooops,
NÓS TAMBÉM QUERÍAMOS VOLTAR
AOS BOOKING CHARTS E AO
TEMPO DE CADA PASSAGEIRO
UM RISQUINHO....